Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4211
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCOSTA, Dayseane Ferraz da-
dc.date.accessioned2013-09-04T17:28:21Z-
dc.date.available2013-09-04T17:28:21Z-
dc.date.issued2007-12-07-
dc.identifier.citationCOSTA, Dayseane Ferraz da. Além da pedra e cal: a (re)construção do Forte do Presépio (Belém do Pará, 2000-2004). 2007. 157 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4211-
dc.description.abstractThis dissertation discusses the process of restoration of the Forte do Presépio in Belém do Pará (Brazil), in 2000, and its transformation into a museum. It analyses the appropriation of that historic heritage, as well as the conflicts, disputes and negotiations as regards the site, being a heritage of memory. It thus focuses on the role played by history and the historian in this process.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectPatrimônio históricopt_BR
dc.subjectRestauraçãopt_BR
dc.subjectForte do Presépiopt_BR
dc.subjectProjeto Feliz Lusitâniapt_BR
dc.subjectBelém - PApt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.subjectAmazônia brasileirapt_BR
dc.titleAlém da pedra e cal: a (re)construção do Forte do Presépio (Belém do Pará, 2000-2004)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanas-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA REGIONAL DO BRASIL-
dc.contributor.advisor1CHAMBOULEYRON, Rafael Ivan-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7906172621582952-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7100541591210563-
dc.description.resumoEste trabalho tem por objeto de estudo a restauração do Forte do Presépio em Belém do Pará, implementada a partir de 2000, por meio do projeto Feliz Lusitânia, do Governo do Estado do Pará, e sua transformação em Museu do Forte do Presépio. Analisa-se aqui o processo de apropriação desse patrimônio histórico, assim como os conflitos, disputas e negociações em torno dele, enquanto espólio de memória. Nesse contexto constrói-se também a arguição sobre qual o papel da história e do historiador diante desse processo.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em História Social da Amazônia-
Appears in Collections:Dissertações em História (Mestrado) - PPHIST/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AlemPedraCal.pdf4,37 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons