Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4947
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 2010
metadata.dc.creator: CAMÊLO, Júlia Constança Pereira
metadata.dc.contributor.advisor1: MENDONÇA, Kátia Marly Leite
Title: Ocultar e preservar: a saga da civilidade em São Luís do Maranhão
metadata.dc.description.sponsorship: UEMA - Universidade Estadual do Maranhão
Citation: CAMÊLO, Júlia Constança Pereira. Ocultar e preservar: a saga da civilidade em São Luís do Maranhão. 2010. 201 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais.
metadata.dc.description.resumo: A Tese trata da cidade de São Luis do Maranhão no final do século XIX e XX. Analisa aspectos do imaginário sobre a cidade localizada em uma ilha que se percebe integrada ao Continente ao país e à Europa. Discorre sobre a perspectiva de civilização da América a partir do pensamento de Rodó, Fecundo, Manoel Bonfim, Leopoldo Zea e à maneira como os moradores da São Luís buscaram reconhecimento da cidade como detentora de civilidade. Observa como os ludovicenses lidaram com as marcas da escravidão que evidenciavam a barbárie, e segundo o pensamento do século XIX, deveria ser erradicada. Trata do processo que transformou em símbolo de cultura da cidade a manifestação popular, bumba meu boi, antes coisa de bárbaro, condenada ao subúrbio da ilha. Mostra que a preservação presente nas representações dos álbuns de fotografia da cidade é de “fachadas”, mas que permitiu preservar casarões do século XIX, e possibilitou uma nova classificação de São Luís como a quinta cidade brasileira a receber o título de Patrimônio da Humanidade, um retorno, uma nova inserção, um destaque entre as cidades brasileiras. A análise foi realizada a partir de fontes iconográficas, mapas, literatura, e jornais.
Abstract: The thesis approachs the city of São Luis of Maranhão in the end nineteenth and twentieth centuries. Analyzes aspects of the imaginarium about the town located on an island and that see itself integrated into the mainland, the country and Europe. It discusses the prospect of American civilization from the thought of Rodó, Fecundo, Manoel Bonfim, Leopoldo Zea and the way the residents of São Luis sought recognition of the city as owner of civility. Analyzes how the people of São Luis – the “ludovicensis” - dealt with the marks of slavery like evidence of barbarism, and as the thought of the nineteenth century, should be eradicated. Approach the process that turned the popular manifestation “bumba meu boi” into a symbol of the culture of the city, before something barbaric, condemned the suburb of the island. It shows that preservation observed in the photo albums of the town was ???"fronts"??? , but safeguarded mansions of the nineteenth century and provided a new classification of São Luis as the fifth city in Brazil to receive the title of World Heritage Sites, a return, a new insert, a highlight among the cities. The analysis was performed from iconographic sources, maps, literature, and newspapers.
Keywords: Patrimônio histórico
Cultura popular
Preservação patrimonial
Imaginário
São Luis - MA
Maranhão - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA REGIONAL DO BRASIL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Ciências Sociais (Doutorado) - PPGCS/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_OcultarPreservarSaga.pdf11,83 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons