Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5095
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2009
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Rosane Felice de
metadata.dc.contributor.advisor1: DIAS, Carmen Gilda Barroso Tavares
Title: Confecção de discos de desbaste a partir de AI2O3 e pó de vidro
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: OLIVEIRA, Rosane Felice de. Confecção de discos de desbaste a partir de AI2O3 e pó de vidro. 2009. 67 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Tecnologia, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho descreve o desenvolvimento de discos abrasivos e de corte confeccionados com Al2O3 e pó de vidro reciclado para aplicação em ferramenta de corte. Os discos são utilizados para micromizar termoplásticos pós-consumo rígidos e levá-los a diversos tipos de processamento, como por exemplo, a rotomoldagem. Este disco abrasivo utiliza pó de vidro como um aditivo ligante e fundente, e pó de poli(tereftalato de etileno) pós-consumo como plastificante, facilitando um melhor preenchimento do molde. As proporções de pó de vidro reciclado foram analisadas a partir de estudos anteriores com outros minerais, como o diopsídio e o feldspato, já que os estudos com o pó de vidro reciclado substituindo os minerais naturais são recentes. O desenvolvimento dos discos acontece em duas etapas. A primeira é de homogeneização dos componentes com os percentuais calculados. Posteriormente é prensado e levado a mufla até uma temperatura de 900 oC para obter a percolação da resina e a consequente degradação do poli (tereftalato de etileno), pré-sinterização e amolecimento dos silicatos . Após a obtenção destes compostos verdes acontece a segunda e última etapa, que consiste na sinterização dos corpos de prova para a diminuição da porosidade e consequente aumento da resistência mecânica, seguida de acabamento superficial e testes de corte.
Abstract: This article describes the development of abrasive and cutting disks made of alumina and waste glass powder to apply in cutting tools. These disk mills are used to micromize rigid post-consumed thermoplastics and let its use in a lot of recycling process, as rotomolding. This cutting disk uses glass powder as a fluxing agent and poly(ethylene terephthalate) post-consumed to give a plastic behavior to the powder, making it easier to fill in the mold. The amounts of glass powder were analyzed from previous studies with different minerals, as diopside and feldspar, since the studies with waste glass powder substituting natural minerals are recent. The development of the disks occurs in two steps. The first one is the homogeneization of the compounds with the calculated amounts. Afterwards it's pressed and taken to the mufla to get the percolation of the resin and its complete degradation up to a temperature of 900oC, pre-sintering and soften the silicates. After getting these green composites, it happens the second and final step, when the disks are sintered to decrease the porosity and improve its strength, followed by a superficial finish and cutting tests.
Keywords: Reciclagem
Polímeros
Vidro
Alumina
Material cerâmico
Sinterização
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICA::PROCESSOS DE FABRICACAO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Engenharia Mecânica (Mestrado) - PPGEM/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ConfeccaoDiscosDesbaste.pdf2,1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons