Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5894
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 22-Jun-2013
Authors: AQUINO, André Luis Valadares de
First Advisor: PRESSLER, Gunter Karl
Title: "Um passeio nos campos seria uma viagem pelo mundo”: linguagem e experiência em Dalcídio Durandir
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: AQUINO, André Luis Valadares de. "Um passeio nos campos seria uma viagem pelo mundo”: linguagem e experiência em Dalcídio Durandir. 2013. 100 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Campus Universitário de Bragança, Bragança, 2013. Programa de Pós-Graduação em Linguagens e Saberes na Amazônia.
Resumo: Trabalho pela pluralidade do texto de Dalcídio Jurandir, Chove nos campos de Cachoeira (1941). O trabalho é uma prática semiológica, principalmente com R. B. par lui-même (1975) de Roland Barthes, a sua teoria do texto plural. Assim, persigo a teoria do texto de Dalcídio Jurandir, a que é a sua própria, a que nasce da sua própria prática significante, Dalcídio Jurandir por Dalcídio Jurandir. Nesse passo, Dalcídio Jurandir com Augusto e Haroldo de Campos, com Roman Jakobson, Dalcídio Jurandir um poeta na prosa; com Maurice Blanchot, com a tradição de invenção, Dalcídio Jurandir produtor de metalinguagem; com a antropologia e a geopoética, Dalcídio Jurandir das paisagens do arquipélago do Marajó. Tudo em função da abertura dos sentidos do seu texto. O texto de Dalcídio Jurandir contradiz todo empreendimento ledor que o submete à determinação referencial e ao fechamento dos seus sentidos. O texto de Dalcídio Jurandir está sempre para ganhar novos campos de experiência. O texto de Dalcídio Jurandir solicita que se continue a escrevê-lo.
Abstract: I work for the plurality of the Dalcídio Jurandir’s text Chove nos campos de Cachoeira (1941). The work is a semiologic practice, especially with R. B. par lui-même (1975) of Roland Barthes, his theory of the plural text. So i chase Dalcídio Jurandir’s text theory, which arises from his significant practice, Dalcídio Jurandir by Dalcídio Jurandir. In this step, Dalcídio Jurandir with Augusto and Haroldo de Campos, with Roman Jakobson, Dalcídio Jurandir a poet in prose; with Maurice Blanchot and the tradition of invention, Dalcídio Jurandir metalanguage producer; with anthropology and geopoetics, Dalcídio Jurandir of the Marajó Archipelago landscapes. All due to opening his text senses. Dalcídio Jurandir's text contradicts the readings that close their senses, his text should win new fields of experience, it prompts you to continue write it.
Keywords: Literatura brasileira - História e crítica
Jurandir, Dalcídio, 1909-1979. Chove nos Campos de Cachoeira - Crítica e interpretação
Escritores brasileiros
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Campus Universitário de Bragança
Program: Programa de Pós-Graduação em Linguagens e Saberes na Amazônia
Appears in Collections:Dissertações em Linguagens e Saberes na Amazônia (Mestrado) - PPLSA/Bragança

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PasseioCamposViagem.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons