Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5905
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 21-May-2014
metadata.dc.creator: NEYRA, Patricia
metadata.dc.contributor.advisor1: CUNHA, Myriam Crestian Chaves da
Title: Avaliação formativa na Licenciatura de Espanhol: autoavaliação e autorregulação em foco
Citation: NEYRA, Patricia. Avaliação formativa na Licenciatura de Espanhol: autoavaliação e autorregulação em foco. 2014. 135 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Letras.
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho discute-se uma experiência com a avaliação formativa voltada para a autoavaliação e autorregulação das competências linguageiras e das estratégias de aprendizagem. A pesquisa aqui relatada tinha por objetivo identificar o que estudantes de Licenciatura de Espanhol Língua Estrangeira (E/LE) autoavaliam e autorregulam em sua aprendizagem, que impacto tem a autoavaliação e autorregulação efetivas em suas competências de comunicação e de aprendizagem e, por fim, que atividades didáticas favorecem a autoavaliação e autorregulação dessas competências. Para alcançarmos os objetivos propostos, optamos por realizar uma pesquisa-ação, que foi desenvolvida na disciplina Língua Espanhola III da Licenciatura em Letras Espanhol da Universidade Federal do Pará (UFPA) - Campus de Castanhal, com base em suporte teórico de autores pesquisados, como Allal (1986; 2007), Bonniol e Vial (2001), Perrenoud (2007), entre outros. Para a análise dos dados obtidos, foi observado como três estudantes da turma tinham lidado com as atividades formativas propostas ao longo do curso e relacionando seu desempenho na disciplina com sua atitude no tocante a essas atividades. Os resultados revelam que inicialmente os objetos mais avaliados e autorregulados pelos alunos diziam respeito às competências linguísticas. No entanto, conforme os aprendentes eram induzidos a refletirem sobre outras dimensões da aprendizagem da língua estrangeira, alguns deles passaram a incluir em suas autoavaliações e autorregulações outros aspectos, como os metacognitivos, o que favoreceu uma melhoria das competências comunicativas e de aprendizagem. As atividades formativas que propiciaram uma autoavaliação e autorregulação mais eficazes foram o roteiro de autoavaliação, o diário de aprendizagem, a elaboração de objetivos comunicativos e de critérios de avaliação, bem como situações que envolviam práticas de autoavaliação, coavaliação e avaliação mútua.
Abstract: This paper discusses an experience with formative assessment focused on self-assessment and self-regulation in language competences and learning strategies. The research reported here aimed to identify what students of Bachelor of Spanish Foreign Language (S/FL) self-assess and self-regulate in their learning, what is the impact of the self-assessment and self-regulation effective in their communicative language competence and ability to learn and, finally; what are the educational activities that promote self-assessment and self-regulation of these competences. To achieve the proposed objectives, we chose to conduct an action research, which was developed in the subject Spanish Language III of the Bachelor’s degree in Spanish at the Federal University of Para (UFPA) - Campus Castanhal. The theoretical framework is based on authors like Allal (1986; 2007), Bonniol and Vial (2001), Perrenoud (2007), among others. For data analysis, it was noted how three students in the class dealt with the proposed formative activities during the course and it also was related their performance in the subject with their attitude regarding those activities. The results show that initially, the language competences were the most assessed and self-regulated objects by the students. However, as the learners were induced to think about other dimensions of foreign language learning, some of them began to include the metacognitive aspects in their self-assessments and self-regulations, which favored an improvement of their communicative language competence and their ability to learn. The formative activities that provided the most effective self-assessment and self-regulation were the self-assessment guideline, learning dairy, the development of communicative goals and assessment criteria, as well as situations involving self-assessment, co-assessment and mutual assessment practices.
Keywords: Língua espanhola
Estudo e ensino
Avaliação da aprendizagem
Interlíngua (Aprendizagem de línguas)
Avaliação educacional
Universidade Federal do Pará
Universidade Federal do Pará. Campus Universitário de Castanhal
Castanhal - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM::AVALIACAO DA APRENDIZAGEM
CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Letras e Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Letras (Mestrado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AvaliacaoFormativaLicenciatura.pdf1,74 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons