Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/6786
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2012
metadata.dc.creator: MILHOMEM FILHO, Edem Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: PINHEIRO, Maria da Conceição Nascimento
Title: Avaliação da exposição ao mercúrio em famílias de pescadores em Imperatriz, Maranhão
Citation: MILHOMEM FILHO, Edem Oliveira. Avaliação da exposição ao mercúrio em famílias de pescadores em Imperatriz, Maranhão. 2012. 76 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: Na região do Tocantins, comunidades ribeirinhas com elevado consumo em pescado através da dieta, localizadas distantes de área de mineração de ouro, no Município de Imperatriz do Maranhão podem estar expostas ao mercúrio, tendo em vista a influencia de outros fatores contaminantes do ambiente incluindo a atividades de hidrelétricas e possíveis queimadas da floresta, nessa região. O objetivo deste estudo foi avaliar a exposição ao mercúrio em famílias de pescadores do Distrito Beira Rio, em Imperatriz do Maranhão. Realizou-se um estudo transversal envolvendo famílias de pescadores residentes na comunidade Beira Rio, localizada às margens do Rio Tocantins no município de Imperatriz, Maranhão. O perfil sócio-demográfico foi comum ao da população geral brasileira e similares à população ribeirinha situada em outras bacias. O perfil alimentar não fugiu a regra do padrão alimentar dos ribeirinhos tendo o pescado como a principal fonte de proteína alimentar. A espécie piscívora mostrou diferença significativa (p<0,01) em relação às espécies herbívora/omnívoras e detrívoras estudadas, e a espécie zooplanctófaga mostrou diferença significativa (p<0,01) em relação as duas espécies anteriormente citadas. Dentre as 25 famílias avaliadas a menor concentração média de Hgtotal /família foi 0,186 ± 0,043μg/g e a maior foi 5,477± 2,896μg/g. Mesmo dentro de limites aceitáveis, a concentração média de Hgtotal apresentada pelos homens (1,01+1,97 ppm) foi mais alta que a das mulheres (0,69+ 0,82 ppm) (p<0,05).Conclui-se que famílias de pescadores de Imperatriz possuem baixos níveis de exposição ao mercúrio em virtude do consumo alimentar de peixes com baixos níveis de contaminação, incluindo as espécies piscívoras, que encontravam-se abaixo do limite de segurança para consumo humano estabelecido pelas normas brasileiras, podendo servir de referencia para outros estudos.
Abstract: In the region of the Tocantins river communities with high fish consumption through diet, located away from the gold mining area in the city of Empress of Maranhão may be exposed to mercury in view of the influence of other factors including environmental contaminants activities and hydroelectric potential of forest fires in this region. The aim of this study was to assess mercury exposure in families of fishermen District Beira Rio, Imperatriz-Maranhão. We conducted a cross-sectional study involving fishing families living in the community Beira Rio, located on the banks of the Tocantins River in the city of Imperatriz, Maranhão. The socio-demographic profile was common to the general Brazilian population and similar to the local population located in other basins. The profile food not fled the rule of dietary patterns of riparian and fish as the main source of dietary protein. The piscivorous species showed significant differences (p <0.01) compared to species herbivorous / omnivorous and detrívoras studied and zooplanctófaga species showed significant differences (p <0.01) compared the two species previously mentioned. Among the 25 families evaluated the lowest average concentration of Hgtotal / family was 0.186 ± 0.043 mg / g and 5.477 ± 2.896 was greater ug / g. Even within acceptable limits, the average concentration of Hgtotal presented by men (1.01 ppm 1.97) was higher than for women (0.69 ppm 0.82) (p <0.05). Conclude that fishing families of Empress have low levels of mercury exposure as a result of dietary intake of fish with low levels of contamination, including fish-eating species, which were below the safety limit for human consumption established by Brazilian standards, serving reference to other studies.
Keywords: Mercúrio
Exposição ambiental
Pescadores
Toxicocinética
Comunidade Beira Rio - MA
Imperatriz - MA
Maranhão - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AvaliacaoExposicaoMercurio.pdf2,7 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons