Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/7865
Tipo: Dissertação
Data do documento: 1-Jul-2013
Autor(es): CASTRO, Marina Ramos Neves de
Primeiro(a) Orientador(a): SILVA, Joel Cardoso da
Primeiro(a) coorientador(a): SOUZA, José Afonso Medeiros
Título: A arte na sua cotidianidade: uma percepção de arte na Feira do Guamá
Agência de fomento: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citar como: CASTRO, Marina Ramos Neves de. A arte na sua cotidianidade: uma percepção de arte na Feira do Guamá. Orientador: Joel Cardoso da Silva. 2013. 152 f. Dissertação (Mestrado em Artes) - Programa de Pós-Graduação em Artes, Instituto de Ciências da Arte, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7865. Acesso em:.
Resumo: A dissertação desenvolve uma abordagem da arte enquanto socialidade a partir de um enfoque no quotidiano da feira do Guamá. Para tanto, utilizando um marco referencial centrado em Simmel e em Maffesoli, partimos de uma perspectiva compreensiva, observando a feira enquanto “forma social”. Compreendemos, assim, por forma, o resultado de um processo social de construção do sentido que se desenvolve ininterruptamente, através das relações sociais. Procuramos perceber como essas relações sociais são produzidas a partir de sentimentos partilhados: de um sentir-junto, de experiências comuns, sensações, emoções da vida de toda ordem, enfim, que ganham sentido quando vividas e percebidas em conjunto. Propomos que esse sentir-junto, no caso tratado, o da feira do Guamá, conforma formas sociais, as quais identificamos como fazendo parte de um processo de “transmanência”, dessa maneira produzindo uma estética e quiçá uma arte, que resulta nas relações estabelecidas no banal da quotidianidade.
Abstract: This work develops an approach of the art as sociality from a focus on the daily life in the popular Market of the Guamá, Belém, in Brazilian Amazon. Therefore, using a frame of reference centered on Simmel and Meffesoli we start from a comprehensive perspective, watching the market as a "social form". We understand social form like a process resulting from the social construction of meaning that evolves continuously social relations. We figure out to realise how these social relations are produced from shared feelings: a feeling-together, common experiences, feelings, all kinds of emotions of the life, in short, that makes sense when are perceived and lived together. We propose that this feeling-together, here it treated, in the Market of Guamá, conforms social forms, which we identify as part of a process of "transmanência", this way producing an aesthetic and particular art, that results in the established relations in the commonplace of daily life.
Palavras-chave: Arte
Estética
Etnografia
Sociabilidade
Feira do Guamá
Belém - PA
Pará - Estado
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências da Arte
Programa: Programa de Pós-Graduação em Artes
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Fonte: 1 CD-ROM
Aparece nas coleções:Dissertações em Artes (Mestrado) - PPGARTES/ICA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_ArteSuaCotidianidade.pdf20,31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons