Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8380
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 25-Aug-2015
metadata.dc.creator: DUARTE, Francisco Ednardo Barroso
metadata.dc.contributor.advisor1: NASCIMENTO, Ivany Pinto
Title: As representações sociais de universitários de sexualidades LGBT sobre seus processos de escolarização e as implicações em seus projetos de vida
Citation: DUARTE, Francisco Ednardo Barroso. As representações sociais de universitários de sexualidades LGBT sobre seus processos de escolarização e as implicações em seus projetos de vida. 2015. 307 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Educação, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Educação.
metadata.dc.description.resumo: Este estudo tem como objetivo discutir e analisar as representações sociais de universitários de sexualidades LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) sobre os seus processos de escolarização e as implicações deste percurso em seus projetos de vida. Para tanto, foram escolhidos quatro sujeitos que se autodeclararam com as identidades sexuais de acordo com a disposição da sigla LGBT, ou seja, uma mulher lésbica, um jovem gay, um bissexual e uma mulher transexual. Inicialmente situamos a questão LGBT no panorama atual, bem como sua origem e especificidades. Em seguida questões sobre educação, diferença e escolarização são problematizadas por todo o estudo assim como apresentamos individualmente as principais características da Teoria das Representações Sociais e da Teoria Queer, para depois tentar aproximá-las teórica e metodologicamente. Buscamos entender primeiramente as suas trajetórias escolares dividindo-as em três etapas: ensino fundamental, médio e superior, as quais chamamos de primeira, segunda e terceira escolarização, respectivamente. Suas trajetórias escolares foram analisadas a partir do referencial teórico e epistemológico da Teoria das Representações Sociais com base em Moscovici (2003; 2002) e Jodelet (1989) e o referencial teórico metodológico da Teoria Queer a partir dos estudos de Butler (2014; 1993). Nosso estudo é uma pesquisa descritiva, qualitativa e interpretativa e como método de pesquisa nos utilizamos parcialmente do referencial de análise do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) proposto por Lefevre e Lefevre (2012; 2005) bem como a própria Teoria Queer também enquanto referencial metodológico. Como resultado, percebemos que os sujeitos analisados possuem consensos e partilhas sobre as imagens e os sentidos atribuídos à escola e à sua sexualidade, buscando na escolarização uma forma de legitimação de si e empoderamento como compensação dos enfrentamentos que impactaram em seus projetos de vida.
Abstract: This study aims at discussing and analyzing the social representations of LGBT university students (Lesbian, Gay, Bisexual, Transsexual and Transgender) on their educational processes and the implications of this trajetory in their life projects. In order to do this, four people were chosen based on their specific sexual identities according to the terms of LGBT acronym, i.e. a lesbian woman, a young gay man, a bisexual and a transsexual woman. Initially we situate the LGBT issues in the current scenario as well as their origin and basic characteristics. Then, questions about education, difference and schooling are problematized throughout the study as well as we present specifically the main features of the Social Representation Theory and Queer Theory, and then we try to compare both in terms of theoretical and methodological backgrounds. We firstly intend to comprehend their learning paths dividing them into three stages: basic, secondary and higher formal education, which we call the first, the second and the third schooling process, respectively. Their school trajectories were analyzed from the theoretical and epistemological framework of Social Representation Theory based on Moscovici (2003; 2002) and Jodelet (1989) and methodological theoretical framework of Queer Theory from Butler's studies (2014; 1993). This study can be considered a descriptive, qualitative and interpretative research, and concerning to the research method in use, part of the analytical framework of the Collective Subject Discourse (CSD) proposed by Lefevre and Lefevre (2012; 2005) is taken into account as well as the Queer Theory as methodological framework. As a result, we realize that the analyzed students are consensual by the sharing of images and meanings attributed to school and to their sexual identities, and they also try to reach ways of being legitimised by themselves, looking for in education a significant empowerment as a compensation for the school clashes which surely impacted on their life projects.
Keywords: Sociologia educacional
Estudantes universitários
Representações sociais - Sexo
Escolarização
LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros)
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::SOCIOLOGIA DA EDUCACAO
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Educação (Doutorado) - PPGED/ICED

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_RepresentacoesSociasUniversitarios.pdf5,09 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons