Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8540
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 20-Mar-2015
metadata.dc.creator: SILVA, Carlos Evaldo dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVEIRA, Marisa Rosâni Abreu da
Title: Concepções de significado: implicações no ensino da matemática na alfabetização
Citation: SILVA, Carlos Evaldo dos Santos. Concepções de significado: implicações no ensino da matemática na alfabetização. 2015. 97 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Educação Matemática e Científica, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas.
metadata.dc.description.resumo: Discutir sobre as implicações que a concepção de linguagem tem no ensino da matemática na alfabetização é o objetivo deste trabalho. Para isso, nos apoiaremos nas compreensões sobre o significado da linguagem presentes na segunda filosofia de Ludwig Wittgenstein. Na busca em atribuir significado à linguagem matemática encontramos duas perspectivas: uma compreende a linguagem como mera representação de objetos do mundo, sejam eles reais, ideais ou mentais, ou seja, seu significado estaria nesses entes extralinguísticos – a referencial; a outra, delega à linguagem o papel de protagonista, considerando-a como elemento constituinte do mundo, que carrega em si o seu significado – a pragmática. É esta última que dissolve, a nosso ver, as confusões pedagógicas existentes no ensino da matemática e que nos dá melhores respostas aos problemas relativos à significação do conhecimento dessa disciplina. Nossa pesquisa empírica se deu com uma professora alfabetizadora da rede Municipal de Educação de Belém em momentos em que pudemos observar sua atuação em sala de aula e numa entrevista que nos possibilitaram compreender suas concepções sobre a linguagem e que confusões seriam decorrente delas. Constatamos que a concepção referencial é dominante e que três importantes confusões são presentes: a primeira é atribuir a uma regra necessariamente uma função descritiva; a segunda consiste em não considerarmos os diversos jogos de linguagem que compõem o cotidiano da sala de aula; e a última é o apelo para que deixemos o ensino tradicional, pautado numa prática supostamente “mecânica” e “passiva”, por um ensino que proporcione a “autonomia” de nossas crianças, permitindo que elas possam construir naturalmente seu conhecimento, descaracteriza e desvaloriza a principal função do professor, que é ensinar.
Abstract: Discuss the implications of the language design have in teaching mathematics literacy is the goal of this work. For this, we will support the understandings of the meaning of language present in the second philosophy of Ludwig Wittgenstein. In seeking to attribute meaning to the mathematical language we found two perspectives: one understands the language as mere representation of objects in the world, whether real, imaginary or mental, that is, its meaning would be those loved extralinguistic - referential; the other delegates to the language the starring role, considering it as a constituent element of the world, which carries in it its meaning - the pragmatic. It is the latter that dissolves, in our view, the existing confusion in the teaching of mathematics education and that gives us better answers to the problems concerning the significance of knowledge of this discipline. Our empirical research took place with a literacy professor at the Rede Municipal de Educação de Belém times when we have seen his performance in the classroom and in an interview that enabled us to understand their views on language and that confusion would result from them. We note that the reference design is dominant and that three major confusions are present: the first is to assign a rule necessarily a descriptive function; the second is to not consider the various language games that make up the daily life of the classroom; and the last is the call to leave the traditional teaching, based on a supposedly practical "mechanics" and "passive" by a school that provides the "autonomy" of our children, enabling them to be naturally build your knowledge, and devalues mischaracterizes the main function of the teacher who is teaching.
Keywords: Matemática
Alfabetização matemática
Linguística matemática
Estudo e ensino
Educação em matemática
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::MATEMATICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Educação Matemática e Científica
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação em Ciências e Matemáticas (Mestrado) - PPGECM/IEMCI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ConcepcoesSignificadoImplicacoes.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons