Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8548
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 9-Dec-2015
metadata.dc.creator: WANZELER, Edson Pinheiro
metadata.dc.contributor.advisor1: SALES, Elielson Ribeiro de
Title: Surdez, bilinguismo e educação matemática: um (novo?) objeto de pesquisa na educação de surdos
Citation: WANZELER, Edson Pinheiro. Surdez, bilinguismo e educação matemática: um (novo?) objeto de pesquisa na educação de surdos. 2015. 101 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Educação Matemática e Científica, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas.
metadata.dc.description.resumo: A constante busca por uma educação para todos tem garantido diferentes movimentos sociais, emergentes nas diversas esferas da sociedade, que almejam este direito constitucional, seja por força de lei ou por uma questão de consciência social. E esses movimentos, também se fazem presentes ao que tange o ensino de matemática com qualidade e para qualquer constructo social. Neste direcionamento, elegemos como fonte de nossos anseios, para esta pesquisa, o ensino de matemática para surdos, no qual os constructos sociais surdos são contemplados pelas pesquisas em educação matemática por vários pesquisadores, que buscam de forma consciente ou inconsciente garantir uma interação bilíngue para esses sujeitos a partir de propostas metodológicas nas diferentes abordagens da pesquisa acadêmica. Sendo assim, partindo desse pressuposto, o presente estudo tem por objetivo discutir algumas as relações inerentes a Educação Matemática e a Educação de Surdos, a luz da cidadania e do bilinguismo, em dissertações de programas (cursos) de Pós-graduações stricto sensu em “Educação Matemática” nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, entre os anos de 2006 e 2014. Pois, encontramos em muitos discursos, formais e informais, relacionados ao “não aprendizado” da matemática o pressuposto que o conteúdo é difícil, ou que o profissional não conhece a língua de sinais, ou ainda que o ensino não é bilíngue. Todavia, ao focarmos nestas pesquisas, encontramos comunicação e um aprendizado nos resultados apresentados, o que merece um considerável destaque ao pesquisador. Nesta senda, este estudo de abordagem qualitativa foi construído a partir de pesquisa bibliográfica, apoiada em autores como, por exemplo, Goldfeld (2002), Luchesi (2008), Paulo e Alexandrino (2010), Naufel (2002), Brasil (1988; 2002; 2005), Fiorin (2013), Dubois et al. (1997-1998), D’Ambrosio (1986; 2008), entre outros que contribuíram significativamente para esse diálogo. E o caminho percorrido, que vai de uma reflexão a matemática para todos, passando pelo reconhecimento cidadão surdo e o que seria o bilinguismo no Brasil, aponta que as pesquisas realizadas no âmbito da Educação Matemática e Educação de Surdos estão intimamente ligadas às concepções sociais e educacionais adotadas pelos pesquisadores que visualizam o surdo para além da característica clínica, e sim de um cidadão de direitos.
Abstract: The constant quest for an all-inclusive education has generated several social movements from the various spheres of society which aim for this constitutional right, either by law or as a matter of social conscience. These movements are also setting trends with respect to the teaching of mathematics with quality and within any social construct. With this direction in mind, we chose this research to be aimed at the teaching of mathematics for the deaf, in which the deaf social constructs covered by several researchers seeking consciously or unconsciously to ensure a bilingual interaction to these subjects based on methodological proposals in the different approaches of academic research. Thus, under this assumption, the present study aims to discuss some inherent relations in Mathematics Education and the Education of the Deaf, in light of citizenship and bilingualism in strict Postgraduate courses in mathematics education in the North and Northeast of Brazil, between the years 2006 and 2014. We have found in many formal and informal discourses related to "not learning math" the assumption that the content is difficult, or that the professional does not know sign language, or that teaching is not bilingual. However, when we looked closer at the research, we found that communication and learning were present in the results, which deserves considerable emphasis to the researcher. This qualitative study has been built up from literature supported by authors, such as, Goldfeld (2002), Lucchesi (2008), Paul and Alexandrian (2010), Naufel (2002), Brazil (1988; 2002; 2005), Fiorin (2013), Dubois et al. (1997-1998), D'Ambrosio (1986; 2008), among others who have contributed significantly to this dialogue. And the chosen path, going from a reflection on all-inclusive mathematics, through the recognition of the deaf citizen and what bilingualism means in Brazil, points out that the research conducted within the Mathematics Education and Deaf Education are closely linked to social and educational perceptions adopted by researchers who see the deaf not just as a clinical feature, but as citizen's rights.
Keywords: Matemática
Educação inclusiva
Surdez
Bilinguismo
Cidadania
Estudo e ensino
Educação em matemática
Surdos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Educação Matemática e Científica
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação em Ciências e Matemáticas (Mestrado) - PPGECM/IEMCI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_SurdezBilinguismoEducacao.pdf1,47 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons