Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8573
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 3-Feb-2014
metadata.dc.creator: ARAÚJO, Renato Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: MALHEIRO, João Manoel da Silva
Title: O uso de analogias e a aprendizagem baseada em problemas: análise dos discursos docente e discente em um curso de férias
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: ARAÚJO, Renato Silva. O uso de analogias e a aprendizagem baseada em problemas: análise dos discursos docente e discente em um curso de férias . 2014. 104 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Educação Matemática e Científica, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas.
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho procuro investigar em que termos o uso de figuras de linguagem, como a Analogia, pode expressar contribuição ou obstáculo para as atividades com resolução de problemas que foram desenvolvidas durante a XV e XVI edições de um Curso de Férias na cidade de Salinópolis (PA). Os sujeitos pesquisados foram um grupo constituído por cinco alunos (GA) e um grupo de cinco professores (GP), que participaram da 1ª e 2ª semanas do curso, respectivamente. Os objetivos almejados nesta pesquisa consistem em verificar que Analogias são elaboradas por esses sujeitos e qual o tratamento dado pelos monitores do curso que acompanham esses grupos, além de avaliar se existem diferenças entre as Analogias que são propostas pelo grupo de alunos e aquelas que são propostas pelo grupo de professores problematizando-as, em caso positivo. A metodologia empregada para a constituição dos dados empíricos foi de natureza qualitativa e a sua obtenção ocorreu através de videogravação e posterior transcrição dos diálogos, em que foi observada a ocorrência de Analogias. A partir do exame dos materiais, evidenciei a emergência de categorias que denominei de Analogias de Criação Indagativa (ACI), Analogias de Criação Duvidosa (ACD) e Analogias de Criação Afirmativa (ACA), com base nos procedimentos estabelecidos pela Análise Textual Discursiva. A análise dos dados evidenciou que as Analogias criadas pelos sujeitos, pertencentes ao GA e GP, mesmo de forma espontânea, apresentaram contribuições importantes para a resolução dos problemas investigados, por ambos os grupos, na medida em que houve indícios de problematização e exploração dos limites existentes em tais Analogias. Em contrapartida, configuraram-se como obstáculos nos momentos em que não foram devidamente exploradas e problematizadas, sendo o papel dos monitores fundamental para o bom aproveitamento deste recurso linguístico, embora não seja a proposta do curso trabalhar em cima das Analogias. Também observei que os tipos de Analogias criadas por alunos e professores fizeram parte das mesmas categorias descritas anteriormente, contudo aquelas criadas pelos docentes mostraram-se, em alguns momentos, mais elaboradas do que as propostas pelos discentes. Considero que as discussões acerca do uso de Analogias em situações de ensino e aprendizagem, envolvendo a resolução de problemas, necessitam ser ampliadas, a fim de que suas funções, utilidades, vantagens e desvantagens, bem como formas de exploração mais efetivas, sejam mais bem compreendidas nestes processos. No caso específico do Curso de Férias, acredito que um trabalho anterior à realização dos cursos, entre sua coordenação e quem sabe um professor pesquisador da área de Educação em Ciências, junto aos monitores, para que estes pudessem estar melhor aproveitando as Analogias criadas pelos cursistas, poderia se tornar uma proposta interessante para o aprimoramento das discussões dentro de cada grupo.
Abstract: In this work we seek to investigate in what terms the use of figures of speech, such as analogy, can express a contribution or an obstacle to the problem solving activities that were developed during the fifteenth and sixteenth editions of a Vacation Course in the city of Salinópolis (PA). The subjects studied were a group consisting of five students (SG) and a group of five teachers (TG), who participated in the 1st and 2nd weeks of the course, respectively. The objectives pursued in this research are to verify which analogies are elaborated by these subjects and what treatment was given by the course monitors accompanying such groups, and to evaluate whether there are differences between the analogies that are proposed by the group of students and those that are proposed by the group of teachers, questioning them, if that is the case. The methodology used to form the empirical data was qualitative and was obtained through video recording and subsequent transcription of the dialogues, in which the occurrence of analogies was observed. From the examination of the materials, I pointed out the emergence of categories that I have denominated Inquisitive Generated Analogies (IGA), Doubtful Generated Analogies (DGA) and Affirmative Generated Analogies (AGA), based on the procedures established by the Textual Discourse Analysis. In contrast, it was configured as obstacles in the moments that have not been properly explored and problematized, being the role of the monitors key to the better utilization of this language resource, although it is not the purpose of the course to work on the Analogies. I also noticed that the types of analogies created by students and teachers belong to the same categories described above, however those created by the teachers showed up, at times, more elaborated than the ones proposed by the students. I consider that the discussions on the use of analogies in teaching and learning situations, involving problem solving, need to be expanded, so that its functions, uses, advantages and disadvantages, as well as more effective ways of exploring it, become better understood in these processes. In the specific case of the Vacation Course, I believe that a work before the implementation of the courses, between their coordination and maybe a researcher-teacher in the area of Science Education, together with the monitors, so that they could be getting the most out of the analogies created by the course participants, could become an interesting proposal for the improvement of the discussions within each group.
Keywords: Analogia
Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP)
Curso de férias
Análise de discurso
Educação em ciências
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::MATEMATICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Educação Matemática e Científica
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação em Ciências e Matemáticas (Mestrado) - PPGECM/IEMCI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_UsoAnalogiasAprendizagem.pdf964,79 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons