Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9211
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorREIS, Fernando Vinicius Faro-
dc.date.accessioned2017-11-01T14:45:18Z-
dc.date.available2017-11-01T14:45:18Z-
dc.date.issued2005-06-27-
dc.identifier.citationREIS, Fernando Vinicius Faro. Treinamento desportivo e incidência de infecções respiratórias agudas em atletas de natação (Belém, Pará). 2005. 85 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2005. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9211-
dc.description.abstractThe physiologic stress exercise-induced can to raise the susceptibility of athletes to acute respiratory infections. This work evaluate the impact of training and matches competitions on incidence and duration of acute respiratory infections in swimmers of the “Associação dos Docentes da Escola Superior de Educação Física do Pará" team, Belém, Pará, of january to june of 2004. Follow up eighteen swimmers of both sex, including infantile (13 and 14 years), juvenile (15 and 16 years) and junior (17 and 18 years) categories during 24 weeks of training season to aim at the matches of swimming Brazilian championship in this categories. The volume training and number matched competitions were registered. Using a clinic and epidemiologic questionary to survey the occurrence of signs and symptoms suggesting of flu and cold, we registered the number and time of respiratory infection episodes. The incidence (61,1%) and durations (9,5 days) of acute respiratory infections don’t were differ between sex, categories ands seasons of training. Identify frequently searching of the respiratory infections episodes in the followed up athletes. A clinic profile of respiratory infections, like flu, was observed, suggesting that Influenza virus appear to constitute the major etiologic agent of the respiratory infections presented by studied athletes. The results of study we conclude that incidence and durations of acute respiratory infections don’t were altered by volume training and number of competitions.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectDoenças respiratóriaspt_BR
dc.subjectEducação físicapt_BR
dc.subjectAtletas de nataçãopt_BR
dc.subjectTreinamento desportivopt_BR
dc.subjectInfecções respiratórias agudas (IRA)pt_BR
dc.subjectExercícios físicospt_BR
dc.subjectBelém - PApt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.titleTreinamento desportivo e incidência de infecções respiratórias agudas em atletas de natação (Belém, Pará)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentNúcleo de Medicina Tropicalpt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FISIOLOGIA::FISIOLOGIA DO ESFORCOpt_BR
dc.contributor.advisor1SOUSA, Rita Catarina Medeiros-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3560941703812539pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8945731269135058pt_BR
dc.description.resumoO estresse fisiológico determinado pelo exercício físico pode aumentar a suscetibilidade de atletas a infecções respiratórias agudas (IRA). O presente trabalho analisa o impacto do treinamento desportivo e competições sobre a incidência e duração de IRA em atletas de natação do clube Associação dos Docentes da Escola Superior de Educação Física do Pará (ADESEF-PA), Belém, Pará, no período de janeiro a junho do ano de 2004. Para isso, dezoito atletas de natação de ambos os sexos, das categorias infantil (13 e 14 anos), juvenil (15 e 16 anos) e júnior (17 e 18 anos) foram acompanhados durante um período de treinamento de 24 semanas visando às disputas do campeonato brasileiro de natação das referidas categorias. A partir do macrociclo foram obtidos os dados a respeito do volume de treinamento e o número de competições disputadas. Através de uma ficha clínico-epidemiológica, levantando a ocorrência de sinais e sintomas sugestivos de gripe e resfriado, registrou-se o número e a duração dos episódios de IRA. Os resultados deste estudo revelaram uma ocorrência freqüente de IRA no grupo de atletas estudado e ausência de imunidade prévia por vacina anti-Influenza. A incidência (61,1%) e a duração média total (9,5 dias) dos episódios de IRA não diferiu entre os sexos, categorias e períodos do treinamento desportivo. Identificou-se ainda uma importante proporção de recorrência dos episódios de IRA nos atletas acompanhados. As infecções respiratórias apresentaram um perfil clínico compatível com a gripe, sugerindo que o vírus Influenza parece constituir o principal agente etiológico das infecções respiratórias apresentadas pelos atletas estudados. A partir dos resultados obtidos no estudo, concluiu-se que tanto a incidência quanto a duração dos episódios de IRA não foram influenciadas pelo volume de treinamento e número de competições aos quais os atletas foram expostos.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Doenças Tropicaispt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TreinamentoDesportivoIncidencia.pdf700,83 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons