Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9566
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 12-Sep-2016
Authors: FURINI, Gustavo Luis Ferri
First Advisor: VENTURIERI, Adriano
First Co-Advisor: ROCHA, Gilberto de Miranda
Title: Zoneamento ecológico-econômico da BR-163: análise do processo de implementação no setor primário na sub-região da calha do Amazonas
Citation: FURINI, Gustavo Luis Ferri. Zoneamento ecológico-econômico da BR-163: análise do processo de implementação no setor primário na sub-região da calha do Amazonas. 2016. 76 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Meio Ambiente, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9566>. Acesso em:.
Resumo: Desde a década de 1980, quando da instituição da Política Nacional de Meio Ambiente, o zoneamento ecológico-econômico (ZEE) vem ganhando espaço no país. Os estados da Amazônia tiveram as primeiras propostas de elaboração de zoneamento, sendo o Estado do Pará contemplado pelo zoneamento da zona oeste, também conhecido como ZEE da área de influência BR-163. Porém, ao que se percebe, o mesmo ímpeto da elaboração não se repete na implementação do instrumento. Este trabalho tem como objetivo verificar se as indicações de uso da terra em Áreas de Gestão Produtivas do ZEE BR-163 estão sendo aplicados pelos atores diretamente envolvidos com o setor primário. A metodologia consistiu em análise, espacial e numérica, de dados gerados a partir do Projeto TerraClass para uma porção do território abrangendo os municípios de Santarém, Belterra e Mojuí dos Campos, sendo que os resultados obtidos em escritório passaram por checagem qualitativa em campo. Os resultados mostram que o ZEE não apresenta influência significativa nas ações dos atores envolvidos com a produção primária. Para que haja maior apropriação do zoneamento é necessário investir em ações de implementação e divulgação.
Abstract: Since the decade of 1980, after the publication of the National Environmental Policy, the Ecological-Economic Zoning (EEZ) is under discussion in the country. The Amazon states received the very first proposals for zoning development in Brazil, and the State of Pará has received the zoning of west region, also known as BR-163 EEZ. However, it seems that the engagement used to develop a new zoning is not applied in order to implement the instrument. This study aims to verify if BR-163 EEZ's recommendations specifically to land use on rural production areas are being used by local actors directly involved with the primary sector. The methodology is based on analysis from spatial and numerical datas of TerraClass Project, in particular for an area wich covers the municipalities of Santarém, Belterra and Mojuí dos Campos. Office's Results were checked in field in a qualitative manner. The results show that the EEZ has no significant influence on the actions of the actors involved with primary production. In order to have a greater appropriation of zoning standards is necessary to invest in actions to go forward on implementation and knowledge dissemination on it.
Keywords: Zoneamento ecológico-econômico
Política ambiental
Solo - Uso
Amazônia brasileira
Concentration Area: GESTÃO DOS RECURSOS NATURAIS E DESENVOLVIMENTO LOCAL
Research Line: GESTÃO AMBIENTAL
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Meio Ambiente
Program: Programa de Pós-Graduação em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia (Mestrado) - PPGEDAM/NUMA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ZoneamentoEcologicoEconomico.pdf1,95 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons